Hepatite A

Escrito por Cris K Neros – Tokdmae
unnamed

​Meninas, esse assunto é muito importante.

Soube dessa informação no começo de setembro que iria ser gratuito, adorei a idéia, mesmo por que fui na Pediatra no final de Julho e ela já havia comentado que eu poderia dar a vacina na Julie até 2 anos ( mas teria que ser particular pois a rede pública não oferecia essa vacina), então já estava procurando  lugares e pesquisando valores para vacina a Juh.
Quando foi no final de agosto soube desta notícia e adorei, porque já pago um absurdo a consulta da Pediatra dela, possuo convênio Bradesco, mas essa doutora ela não aceita, e optei por ela (mesmo pagando a parte)  por que o meu obstetra é esposo dela, e a Dra. cuida da Juh desde sempre e confio muito nela sabe… então quanto a isso, essa confiança em quem cuida dos nossos filhos não tem preço não é?? E afinal pagamos impostos e muitos impostos e temos o direito de usar os benefícios na rede pública.
Então, voltando ..rs sempre levo minha filha no posto de saúde para ser vacinada (todos os profissionais dizem que a do posto de saúde é sempre nova  a ampola e não fica muito tempo no estoque por que tem muita saida), sempre a levo e nunca tive problema a não ser aquelas primeiras no começo que tem 3 vacinas em uma só , essas judiava um pouquinho dela, a perninha inchava.. doia,, mas era normal… mas de resto nunca me deu problema.
Fui essa semana para vaciná-la foi tranquilo, não teve reação nenhuma e nem febre. Mas uma informação da enfermeira do Posto de Saúde me deixou preocupada, ela me disse que quase não estava havendo procura dessa vacina, as pessoas não tinham conhecimento que estava sendo distribuida. Quando cheguei no meu condomínio, vi uma funcionaria ( que tem praticamente a idade da Julie) perguntei se ela tinha dado, a mesma me informou que não tinha conhecimento e não tinha visto em nenhum lugar essa informação. Expliquei para ela e ela disse que iria dar na filhinha dela.
Poxa, pensando nas campanhas televisionadas, realmente não foi tão divulgado a distribuição da vacina, imagina quantas mães não estão dando por falta de informação, e com isso pode gerar um problema mais para frente. Então peço a vocês que tem funcionária que trabalha para você, ou aquela pessoa que você vê que a criança tem menos de 2 anos, pergunte a ela se ela já deu NÃO NOS CUSTA NADA NÃO É MESMO!!

 

Irei explicar um pouquinho mais sobre a Vacina Hepatite A, vejam…

unnamed (1)

Mais treze estados começam a vacinar contra hepatite A

O SUS já está oferecendo a vacina contra o vírus da hepatite A em todo o país. Os três últimos estados que faltavam – São Paulo, Paraná e Roraima – passaram a ter a vacina disponível este mês, de acordo com o Ministério da Saúde.

Em 29 de julho, a pasta tinha anunciado a inclusão da imunização no calendário vacinal. Desde então, os estados passaram a incluir a vacina progressivamente.

A imunização é direcionada a crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta do ministério é imunizar 95% desse público em um ano, o que totaliza três milhões de crianças.

Com a vacinação contra a hepatite A, o Ministério da Saúde passa a oferecer, de graça, 14 vacinas de rotina no calendário. Ainda segundo o ministério, com a nova vacina, o Brasil passa a ofertar todas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS)

unnamed (2)Hepatite A
A hepatite A é uma doença infecciosa aguda que atinge o fígado. De acordo com a OMS, a cada ano, ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos no mundo. Nos países com precárias condições sanitárias e socioeconômicas, a hepatite A apresenta alta incidência.

De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é considerada comum no Brasil, área de risco para a hepatite A. Foram 3,2 casos para cada 100 mil habitantes em 2013. De 1999 a 2012, foram 761 mortes.

De 1999 a 2013 foram registrados 151.436 casos de Hepatite A no Brasil. A maioria dos casos se concentra nas regiões Norte e Nordeste do país, que juntas representam 55,8% das confirmações do vírus. De 2% a 7% dos casos apresentam a forma grave da doença, que pode levar à hospitalização e à morte.

A principal forma de contágio da doença é a fecal-oral, por contato entre as pessoas infectadas ou por meio de água e alimentos contaminados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s